Achados de brechó!

Oi, gente! Quanto tempo, né! 
Quem acompanhava o Estilo Faz Moda, já me conhece um pouquinho e sabe que eu amo um brechó rs! Então pra começar nesse novo espaço, vou falar do meu último achado: essa bolsa caramelo de couro! Pensei muito antes de comprar, mas acabei não resistindo. Vamos combinar, não é todo dia que você encontra uma bolsa de couro, super bem conservada e por apensas R$3,00. É isso mesmo, R$3,00, Braselllll!

Peço desculpas pela má qualidade das fotos. Foto de celular 😦
E aí? O que vocês acharam?
Bj bj

Oz, Mágico e Poderoso

Oi gente!!!
Fui na estreia de “Oz, Mágico e Poderoso”. E achei uma boa ideia dividir um pouco do filme com vocês.

Título Original: The Great and Powerful
Gênero: Aventura/ Fantasia
Classificação: Livre
Duração: 127 minutos
Dirigido por: Sam Raimi
Produzido por: Disney

Oscar Diggs é apenas um mágico de um circo itinerante, quase nada confiável, que usa sempre a mesma tática para conquistar as mulheres – uma caixinha de música.
Transportado para um mundo mágico e desconhecido – a cidade de Oz – ele conhecerá três bruxas (Theodora, Enora e Glinda) e terá que lidar com a batalha entre elas para salvar a cidade. Oz tenta enfrentar Glinda, que ele acredita que seja a bruxa má, porém seu comportamento não se parece em nada com alguém realmente má. Logo, Oz se vê cercado de riquezas e sem saber quem é do bem e do mal, em um mundo cheio de criaturas estranhas e mistérios.
Ele não é o Mágico que todos esperavam, mas o que eles precisam.
Oscar vai usar todos seus lados ditos “negativos”, como dissimulação, ilusão, farsas e mais a sua criatividade para salvar o simpático povo de sua cidade das maldades de poderosas vilãs. E também contará com a ajuda inusitada de Finley, um macaco com asas, e uma boneca de pocelana.

Minha nota: A história é simplesmente linda. Oz me surpreende com suas atitudes e mudança de pensamento em meio às situações inusitadas que aparecem em seu caminho. Sem falar que não precisaram de armas poderosas para destruir o mal. Apenas boas doses de criatividade e inteligência. Glinda também me surpreende  por acreditar que Oz pode ser o mágico que toda a cidade precisa para ser salva. Vale conferir o filme, a história é super elaborada e traz mensagens do tipo: Confie em si mesmo. Todos possuem um lado bom, basta saber enxergar. E você deve agir com o coração, as armas nem sempre são necessárias.

Fica aí o trailer para quem quiser conferir mais um pouco sobre:
Espero que vejam e curtam tanto quanto eu! Não se esqueçam a pipoca! haha
Um beijo!

Resenha: Anna e o beijo francês

Oi gente!!! Finalmente vamos começar essa nova página! Agora é oficialmente Blog da Joy! 😀
O primeiro post é a resenha de um livro que li recentemente e amei! Cuidado com os spoillers ~

Resenha: Anna e o beijo francês
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Tradução: Fabiana Paganini de Andrade

Anna Oliphant não está nada feliz por ter de se mudar para Paris, devido a vontade de seu pai, um famoso escritor norte-americano, de colocá-la em um colégio interno.
Na verdade, Anna prefere sua cidade Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel (Bridgette) e Tolph, um “quase- namorado”.
Ao chegar em Paris, Anna faz novos amigos, um deles é Étienne St. Clair, um garoto inteligente, apaixonado por história, charmoso e bonito.
Ele leva Anna para conhecer a Cidade Luz e vivem muitas aventuras juntos. Mas é uma pena: Étienne tem namorada…
As coisas complicam com a aproximação dos dois. Enquanto isso, uma decepção espera Anna em Atlanta. E Étienne precisa enfrentar seu pai devido a algumas situações inesperadas. 
No meio de tantos desencontros, será que Anna conseguirá o tão esperado beijo francês em Paris? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

Minha nota: Eu simplesmente amei este livro! Se tornou o meu favorito. Primeiramente porque me identifiquei com a Anna em vários sentidos: ela tem um blog (sobre filmes, mas tem um blog…), faz aniversário em fevereiro, sua mãe é professora, etc. E eu teria as mesmas atitudes que a personagem em muitas ocasiões.
Em segundo lugar, porque Stephanie passou melhor do que ninguém, em linguagem simples, a ideia da exaustiva pergunta que todas fazemos um dia: “mas ele gosta de mim?”.
Étienne é um fofo e um personagem apaixonante! Porém deixa Anna confusa o ano inteiro em Paris!
Mas a leitura é como uma xícara de chocolate quente: a cada gole, você se derrete!

Primeira vez que faço um post como este: cheio de fotografias e de resenha de livro! Se vocês curtirem, faço sempre!!!
Um beijo, Joyce.